Musculação pode ser usada na prevenção da osteoporose

qualidade-de-vida-fevereiro-2019

A atividade física vem se mostrado muito importante na prevenção e tratamento de muitas doenças e a osteoporose é uma dessas. Essa doença ocorre principalmente pela baixa ingestão de cálcio, que causa uma queda da densidade mineral, gerando uma deteriorização do tecido ósseo, diminuído a massa óssea o que deixa os ossos frágeis, porosos, podendo causar fraturas. Atinge muitas mulheres principalmente depois da menopausa.
Pode ser diagnosticada pela densitometria óssea, a osteopenia, um estágio anterior a osteoporose, se não tratada pode caminhar para a osteoporose.
Um simples escorregão pode ocasionar uma fratura que no idoso com osteoporose pode acarretar uma invalidez ou perda de mobilidade.
Alguns fatores de risco da osteoporose: Fumo, consumo de álcool em excesso, sedentarismo, fatores genéticos, baixa ingestão de cálcio, pouca exposição ao sol, mudanças hormonais entre outros… A musculação (treinamento resistido) gera estímulos que melhoram a absorção do cálcio pelos ossos, aumentando a massa óssea. O treinamento resistido aumenta a massa muscular, melhora a postura, o equilíbrio, flexibilidade, alivia dores, aumenta a flexibilidade. Não é recomendada para pessoas em estágio muito avançado da doença ou com muito excesso de peso. A orientação de um profissional de educação física é fundamental ao aluno para a prevenção e o tratamento da osteoporose.

Fernando Moura Pós Graduado em Fisiologia do Exercício e Prescrição de Treino. Treinador e Diretor Técnico da De Bem Com A Vida Assessoria Esportiva. Personal Trainer