Meditação é uma prática milenar que surgiu no Oriente há cerca de 6.000 anos, com o objetivo da concentração contemplativa, para alcançar o conhecimento, a libertação e a iluminação. Pouco a pouco a prática se difundiu por outros países do Oriente, espalhando-se e influenciando várias religiões, apesar de não ser considerada uma prática religiosa. Pelo que sabemos, chegou ao Ocidente no século XVIII, mas a prática começou a ficar mais conhecida há menos de 100, ou seja, ainda é um assunto recente por aqui, se comparada às suas origens.
A palavra MEDITAR vem do latin MEDITARE e significa "voltar-se para o centro", portanto podemos dizer que meditar é a técnica de concentração no seu eu interior. Ouve-se por aí que meditar é parar de pensar, mas isso não é possível pois nosso cérebro está em atividade até quando dormimos. Na verdade, para conseguir meditar basta você se sentar em um local calmo, com a coluna ereta, pés bem apoiados no chão e evitar interagir com seus pensamentos; perceber o silêncio mental.
Então por que meditar? Porque a meditação é para a mente o que o banho é para o corpo: uma higiene que remove os resíduos indesejados e que podem nos contaminar de alguma forma.
Fazendo isso, você limpa seu "hardware" e libera mais espaço para aproveitá-lo melhor, ganhando com benefícios como: mais concentração, autoconhecimento, melhor equilíbrio das emoções, sono melhor, redução de stress, da ansiedade e até da depressão, melhora sua performance nos esportes, estimula sua criatividade, aumenta seu desempenho no trabalho e até alivia dores físicas. Já tentou?

Daniele Falleiros Valle
e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.